Quando tudo parecia perdido, quando até o último de seus companheiros havia desistido, ele levantou a cabeça, acreditou, amou. Seus olhos estavam ofuscados pela escuridão dos tempos, sua mente havia se confundido com a complexidade dos fatos, mas o seu coração, o seu coração estava com tanta certeza que poderia trazer toda a luz que o mundo precisava. Ele sabia qual era a única voz dentro de si que o guiaria para a decisão certa. Mesmo que todo mundo tivesse abandonado essa ideia, ele ,com um sorriso no rosto, a abraçou novamente.
Não há caminho mais confortável.
Um guerreiro sózinho pode ser incrivelmente forte. Mas um guerreiro acompanhado das pessoas que ama, se torna invencível.

Raro

Eu acredito que o verdadeiro corajoso é aquele que tem plena conciência de seus medos, e sabe administrá-los em sua vida. Lutando todo o dia, mesmo que não ganhe sempre.







Feliz Natal :D
Todo mundo diz coisas idiotas às vezes, mas o verdadeiro idiota é que não as reconhece e nem pede perdão.

Quando achava que estava livre desse sentimento...

Desculpe-me, mas isso eu não vou perdoar tão cedo....
Que ela receba a felicidade !
Quantos tropeços em meu andar!

As coisas que eu não disse

Certa vez, na aula de Biologia, o professor falou:
"Deus deve ter preferência por pessoas idiotas, isso explica porque tem tantos por aí"
É óbvio que, tratando-se de um tema desse nível, choveram biletinhos e opiniões de alunos. Eu? Só fiquei na minha.
Tem gente que disse que é culpa do diabo, e tem gente que falou coisas sem importância , mas eu nem lembro direito.
Mas hoje eu lembrei disso, e pensei em algo que gostaria de ter compartilhado.
De fato, Deus é grandioso mesmo. Ele é capaz de amar aos seus filhos mesmo quando esses estão destruindo o precioso mundo dEle. Ele é capaz de dar tantas chances para que mudemos, ele ambre tantas portas. É claro que é impossível pensar em causas e consequências quando se fala de ações divinas, pois isso escapa nosso compreender, mesmo assim.....

Se somos feitos à Sua imagem, também devemos ter dentro de nós, perdido em algum lugar, a capacidade de amar os outros mesmo quando esses erram, mesmo quando matam, destroem, poluem ou ignoram.
Isso é o que eu acho....
"(...)
  - Admiro seu controle. Fala dos barcos no Sena, e espera o momento certo para fazer a pergunta que trouxe até mim. Sinta-se livre agora para conversar abertamente sobre o que quiser saber.
 Não havia nenhuma agressividade em sua voz, e eu resolvi ir adiante.
  - Onde está Esther?
  - Fisicamente muito longe, na Ásia Central. Espiritualmente, muito perto. acompanhando-me dia e noite com seu sorriso, e com a lembraça de suas palavras de entusiasmo. Foi ela quem me trouxe até aqui, um jovem de 21 anos, sem futuro, que as pessoas de minha aldeia consideravam uma aberração, um doente ou um feiticeiro que tinha pacto com o demônio, e as pessoas da cidade consideravam um simples camponês em busca de um emprego.
(...)"
     

COELHO, P.:  O Zahir,  Ed. Rocco, 2005  p.140

Assobiando

Passeando, suavizando, sempre sereno, escutando os passos, das pessoas, que passeavam, suavemente, pelas estradas; essas estradas, sempre suaves, sempre serenas, servindo-se de passagens, para as pessoas, passeantes, simplesmente, soprando letras, com passos curtos, sempre solitários,mas sincronizados, no compasso, do céu da terra, das estrelas, das estradas, vendo-se passar, várias horas, as horas cegas, sempre incertas, sempre confusas ; seguindo sempre, sempre sereno, sempre escutando, assobiando, os sons dos ésses, os sons das sereias, das estrelas, das estradas, das pessoas, das consoantes , dos assindetos, do sassassá, do sassessá; sempre distantes, passeando, assobiando, sss sss ssss...

Para refletir

Fernando Pessoa

Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui,
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha porque alta vive.

-"Odes de Ricardo Reis"
  Fernando Pessoa

Fora de Si - Arnaldo Antunes

eu fico louco
eu fico fora de si
eu fica assim
eu fica fora de mim

eu fico um pouco
depois eu saio daqui
eu vai embora
eu fico fora de si

eu fico oco
eu fico bem assim
eu fico sem ninguém em mim

Eu

Eu digo "minha mão", mas não digo "eu, a mão". Como é "minha mão", a mão é minha porque sou seu proprietário. De modo semelhante, dizemos : "meu olho", "minha perna", "meu isto e meu aquilo". Entre todos estes objetos que me pertencem, onde estou eu?
-"Karma, a justiça infalível" , Sua Divina Graça A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada

Ninguém


Ninguém consegue ser feliz sem aprender a dizer adeus

Triturador de corações


 Efemeridade
Pecado maior que carrego eu?
Por tanto amar , esperar portanto
Encruzilhadas em que perco os sentidos
Uma possível vida em um fio de navalha
Escolher não tentar é tão errado?
Que tortuoso pensar é esse?
O quanto desejar
E jogar por janelas os perfumens novos
Falta de interesse
Não escolher tentar.
Porque parece errado mandar
Devolta ao mundo a volta da sorte
À roda da sorte
 Arriscar não viver
Julgar total não validez aos contos
Perder por fim em máguas amargas
De claros tons cinzentos
Levemente avermelhados
Os dias de uma nociva solidão.

Torturar almas nunca foi tão comum.

É no coração da alma

É no brilho do olho, é no sentimento verídico de um sorriso, é nos atos do dia a dia, é na maneira como se fala com estranhos, é no fitar perdido ao nada, enchendo-se de amor ao falar do futuro. É assim que se vê quando alguém tem aquele pequeno e esmagador diferencial, aquela luz que move hoje o meu mundo. Não são nas palavras, são nos atos, no real, não no que é bonitinho.

Esterilidade das Eleições

Numa democracia ideal, que talvez tenha existido um dia em algum lugar da terra, os candidatos (a qualquer cargo que seja) seriam todos cidadãos comuns. Eles deixariam suas ocupações, temporariamente e a contragosto, aceitando sacrificar alguns anos de vida para defender sua profissão ou sua categoria e para promover projetos nos quais eles acreditariam.
Esses cidadãos, impelidos a se candidatar por quem compartilha suas aspirações ou seus interesses, uma vez eleitos, preencheriam seu mandato sabendo que logo voltariam a sua vida anterior, aliás, não desejando nada tão ardentemente quanto essa volta à sua vida anterior.
Na contramão desse ideal, cedo na história da democracia moderna, a política se tornou uma profissão, com esta consequência banal: para o político, ser eleito e reeleito se tornou desejável em si.
De uma situação em que alguém era escolhido por seus pares e por eles empurrado a representá-los, passamos de uma situação em que alguém quer ser eleito e deve, portanto, seduzir os eleitores.
Para seduzir, os candidatos poderiam elaborar propostas e projetos que cairiam ou não no agrado dos outros cidadãos. Mas esse caminho é, sobretudo, pouco previsível: será que eles gostarão?
Mais seguro é recorrer a um marqueteiro, sondar os cidadãos, descobrir o que pensam e propor ao eleitorado logo o que sua maioria deseja.
Fora as poucas exceções de alguns candidatos outsiders, que se apresentam sem máscara, é difícil saber o que um candidato pensa. Em geral, ele nos apresenta , digamos assim, sua máxima aproximação possível do que, segundo as pesquisas de mercado, é a opinião dos eleitores.
Ou seja, o que escutamos de um candidato é o que ele pode dizer sem contradizer a expectativa da maioria. Evidentemente, essa necessidade de oferecer ao eleitor o que ele deseja ouvir pode ser limitada por vários escrúpulos: o candidato evitará deturpar totalmente a sua história ou contradizer as suas convicções fundamentais.
Mesmo assim, quando o candidato discorda radicalmente do que pensa a maioria dos cidadãos, ele se expressa por omissão, cala-se, suspende seu juízo para não afastar os eleitores. O mesmo acontece quando se trata de questões em que é difícil determinar o que os eleitores gostariam de ouvir.
Minha simpatia vai, espontaneamente, para os políticos que não parecem se importar com o que pensam os eleitores. E meu discurso político ideal é a breve fala de Churchill, aceitando o cargo de primeiro ministro da Inglaterra, em 13 de maio de 1940: "Não tenho nada para lhes propor, se não sangue, esforço, lágrimas e suor".
Claro, não era um discurso para ser eleito; além disso, era o começo da Segunda Guerra Mundial, e, naquela situação, não era preciso seduzir : o consenso era quase garantido. Mesmo assim, a grandeza da alocução, a razão pela qual ela ainda é lembrada, está no fato de que Churchill tratou os cidadãos como gente grande.
Ora, nas campanhas eleitorais atuais (não só nesta e não só aqui no Brasil), é fácil ter a impressão de que somos tratados como idiotas. Não é supreendente de que muitas vezes, que o que os candidatos propõem à nossa apreciação é  uma espécie de mínimo denominador comum de nossa própria ''inteligência''.
A experiência de escutar a propaganda eleitoral é consternadora, não pela suposta ''miséria'' do discurso dos candidatos, mas porque a propaganda tenta nos seduzir com a miséria de nosso próprio pensamento em seu mínimo denominador comum, que é próximo da idiotice.
De qualquer forma, no jogo eleitoral moderno, ninguém cresce, nem os candidatos (que não precisam pensar nada de novo), nem nós eleitores (que apenas ouvimos o que já estava em nossa ''inteligência'' mínima comum).
Em suma, o que deveria ser o grande momento da vida democrática dá prova de uma extraordinária esterilidade: nenhuma invenção, mas, ao contrário, uma condenação de todos, eleitores e candidatos, à mediocridade.

-Contarto Calligaris (psicanalista e colunista da Folha)

They don't care about us

Tudo o que eu quero dizer é que

Eles realmente não ligam pra gente

Hoje saio cedo

sem saber se vou voltar....
(8)

Lentamente

Cultivou as mentiras assim como um criador de peçonhentas bestas faria, até que um dia, enquanto brincasse à toa, todas escapariam e lhe acabariam com essa vida.

Os Caminhos para a coisas certas

sempre são aqueles que oferecem mais dificuldades, donde mais há carreiros que permitam desvios tortos e incertos, mas ,com certeza , trazem as mais confortáveis paisagens e as mais verdadeiras pessoas.


- Eu não carrego nenhum arrependimento em minha existência.

Sufoco

" Você sabe exatamente o que fazer
 então não fico bravo com você
 por tanto tempo, mas isso é errado.
 E eu não quero mais adorá-lo."

O Analfabeto Político

Por Bertolt Brecht

O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais.


.

Um verdadeiro herói nasce da necessidade de nunca se desistir.

Metade

Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio.
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
Mas a outra metade é silêncio.
Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade.
Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo.
Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que eu penso e a outra metade é um vulcão.
Que o medo da solidão se afaste, que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável.
Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso
Que eu me lembro ter dado na infância
Por que metade de mim é a lembrança do que fui
Mas a outra metade eu não sei.
Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço.
Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é a platéia
A outra metade é a canção.

E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.

Oswaldo Montenegro

"Gentileza"

Apagaram tudo
Pintaram tudo de cinza
A palavra no muro
Ficou coberta de tinta
Apagaram tudo
Pintaram tudo de cinza
Só ficou no muro
Tristeza e tinta fresca
Nós que passamos apressados
Pelas ruas da cidade
Merecemos ler as letras
E as palavras de Gentileza
Por isso eu pergunto
À você no mundo
Se é mais inteligente
O livro ou a sabedoria
O mundo é uma escola
A vida é o circo
Amor palavra que liberta
Já dizia o Profeta.

Incrustado

Ainda ajo no âmbito de minhas raízes humanas, na forma de procurar a cada novo passo, uma alternativa construtiva, coexistência de múltiplas felicidades: minha, sua, deles, delas. Nem me importo com pesadelos utópicos enquanto ainda posso modelar novos sonhos ,alcançar sempre mais longe, no íntimo de várias almas.
Assim me deixo sentir por alguns momentos.

Um grito desesperado de uma alma visionária

E se vê acorrentado, desesperado, preso em novas teias ainda mais complexas e de resistência titânica. Teias essas que movem contra a vontade (não sabendo até qual ponto) a grande maioria a fazer algo que ninguém, simplesmente ninguém, sabe ao certo a quem agrada. Não há volta, não há ascendência, só há mais confusão e mais desespero. Por conhecer muito, por querer aprender. Por querer ver mais longe do que diziam ser o limite do horizonte. Aquela pobre criança vê que além das belas colinas redondinhas, muito bem desenhadas, enfeitadas com linda cobertura verde e cortada por límpidos riachos que refletiam o celeste do céu, havia apenas miséria e sofrimento, havia dores, buracos e barracos. Decepcionado e indignado, não desejava voltar. Contaminado pela compaixão, se quis ir mais longe, até descobrir que nada que fizesse poderia mudar a realidade. Descobriu que facilmente pode se mascarar aquilo tudo, e que isso é feito tantas vezes ao dia, que se torna quase concreto. Quase. Lembrava agora disso, isso o movia. Se sentir dor que não é dele. Não fecha os olhos, não adormece, já diziam, se bobear ,morre.
Não há razão para reclamar do caminho que escolheu por vontade própria.
Mas às vezes, no chão, no baixo, ouvem-se os gritos de uma alma que, angustiosamente, procura soluções
.

Um ótimo dia para a liberdade: hoje.


O humano, considerado ser racional, utiliza-se da razão para acabar com o mérito que conseguiu sobre as demais espécies. O ambiente que construiu durante as eras trouxe como resultado essa péssima qualidade de vida e, o pior, isso contagiou as demais espécies. Com a ânsia de querer o poder, desde a criação do homem - segundo o Cristianismo - o pensamento é direcionado apena a si mesmo e ao seu próprio crescimento; não admitiu sequer a atenção aos semelhantes.
A globalização que governa o cotidiano do cidadão em todos os países desencadeou o consumismo, que se alia à publicidade selvagem e muitas vezes subliminar que vem usando meios cada vez mais tentadores para atingir seu público alvo.
Consumir é errado, então? É óbvio que não! Todo ser vivo precisa de subsistência para sobreviver, porém o ser humano criou um sistema que aumentou a produção a níveis catastróficos, tendo como consequências as novas doenças, os imensos problemas ecológicos entre outros.
Qual cidadão gostaria de presenciar o sacrifício feroz de sua família para garantir lucro e alta produção de produtos desnecessarios? Nenhum. As metas da maior parte dos seres humanos tornaram-se extremamente calculadas e previstas - pensar no bem estar próprio, industrializado e, claro, individualista.
Utopia: Manter o equilibrio entre natureza e humanidade. Projetos sendo elaborados e concretizados a todo instante são o mínimo para o grande problema que o planeta enfrenta. A chave para libertar as inúmeras espécies desse modo de produção tóxico é conscientizar todo ser racional com a obrigação de imaginar e conviver com a ideia de um tipo de "troca de personagens", por um instante.
Pensar na dor que muitas pessoas, animais e plantas estão suportando para sustentar o nosso consumismo desenfreado. Enquanto pensares só em si mesmo, alimentarás a produção de loucura, desepero, dor.
Um fim incerto que depende não apenas de você, mas de muitos.
Uma liberdade que custará seus caros fúteis bens, mas que,
como recompensa, libertará e salvará vidas.

Falando nada com ninguém

Conhecia cada parte do seu ser como ninguém. Óbvio. Só ele poderia saber da força que carregava, ninguém mais teria condições para , tampouco teria curiosidade de medir milimetricamente a sua garra, o seu empenho quando surgiam os obstáculos da vida que vivia. E como vivia! Não precisava por ela a risco para valorizá-la, sabia muito bem o quão felizardo não era, o quanto que deveria ser invejado, não por maldade, ou não apenas por, simplesmente por ter nascido e continuado com o "Compacto Sistema da Vida Normal e Perfeita". Era perfeito. Sabia disso também. Todos são. Somos perfeitos por termos a graça de um mesmo Criador-Pai. Ou pelo menos acreditaria nisso por boa parte dos anos que antecederam e que lhe sucederão esses momentos críticos. Nada é duradouro exceto a alma. Isso é o melhor conceito de alma. Aquilo que não deteriora. Já se perdeu. Podia continuar por horas a refletir e a pensar, enquanto caminhava sózinho pelas ruas movimentadas durante a ''hora do rush'' até algum mercado qualquer, ou simplesmente até lugar nenhum, sem rumo, assim como se sentia durante várias noites, em que passava, novamente só, sem uma única certeza dos próximos movimentos que tomaria. A conclusão que chegaria seria a mesma de várias vezes. Não importava o sofrimento que passava, nada mudaria as suas decisões que já foram feitas, e que ele continuará a fazer. Por isso era forte, porque entendia a simples complexidade do Universo que habitava com todos os demais tais ditos seres humanos, e todos os outros seres também, longe de exclui-los abaixou ou acima, mas era assim que lembrava, assim que disseram, assim que disse, assim que continuará a dizer. Se perde de novo. Volta. Ele não era fraco, não era com os muitos que com estranha frieza, mantinham o Cosmo e tudo aquilo que lhe faz parte como formas mensuráveis, explicáveis em um método criado por um doido. Tem coisas que devem apenas ser sentidas, tem coisas que devem ser explicadas, e tem coisas que devem apenas ser aceitas. Simples, porém complexo, assim como sua força. E se perde em algum outro assunto que envolvia comida e programas para a semana....

Ideias por aí

O tigre, um animal sem igual, topo de sua cadeia alimentar.  Por natureza, forte, ágil, astuto, dotado de garras e presas afiadíssimas, sentidos de audição, visão e olfato várias vezes mais apurados que os dos humanos. Um bicho incrível.
O que aconteceria, entretanto, se por um acaso, todos os tigres fossem lentamente perdendo todos os seus dotes? Se todos os tigres perdessem seus sentidos aguçados, seus instintos de camuflagem e  emboscada, suas garras e presas cortantes. O que aconteceria se todos os tigres perdessem a força, a agilidade, a astúcia ? Sem dúvida alguma, a natureza trataria de eliminar esse majestoso animal que, por uma suposição, ficou ''para traz''.
O homem, um animal extraordinário,  como os demais, topo de sua cadeia alimentar. Por natureza, não é dotado de grande força física, nem agilidade, tampouco de garras e presas, sentidos super desenvolvidos, nem ao menos capaz de seguir instintos para caça, defesa e sobrevivência perante o selvagem. Ser que para poder dominar o mundo como fez, contou com avançado intelecto, capacidade de criar utensílios e artimanhas, um ser altamente adaptável graças a isso, o único animal capaz de sensibilizar-se com os seus semelhantes, capaz de compreender a dor alheia. Isso, garantiu a sobrevivência dessa espécie.
O que aconteceria, entretanto, se por um acaso, todos os homens fosse lentamente perdendo todos os seus dotes? Se todos os homens perdessem sua capacidade de pensar, sua lógica, noção de causa e consequência. O que aconteceria se todos os homens perdessem sua habilidade de criação, de se adaptar às dificuldades, e perdesse, principalmente, sua capacidade de entender a dor dos outros? Sem dúvida alguma, a natureza trataria de eliminar esse majestoso animal que, por uma suposição, ficou ''para traz'' .
Eu não quero que essa suposição continue cada dia a se tornar mais real. 

Ela sabe o que faz


Por um voto mais verde!
:D
Ela é tão feliz no lugar onde se recusa a morar

Amizade precisa de dois

se eu sumi de uma vida,eu precisava respirar.
Com tantas coisas que fazem a vida valer a pena, você escolheu se agarrar àquilo que te faz tão mal?

Triste de quem é Triste

....e já se acostumou a isso. Pois quando a felicidade bate em sua porta, tem medo de abrir, para não se iludir ou em mais um trote cair. Afunda-se em pessimismo e escolhe sempre sofrer mais. Esquece que Deus sempre nos manda cartas, sempre nos manda presentes, e por tantas decepções, joga tudo em um canto. Não aceita para si aquilo que todo ser merece. Acha-se inferior e esconde dos outros quem realmente é. Sem a capacidade de sorrir para as coisas simples da vida. Procura então em novos valores seus antigos sonhos, tomando no caminho errado as piores escolhas.
Só espero que percebas aquilo que lentamente estás se tornando...
Caiu em desespero, sentada no meio-fio deixando as lágrimas se misturarem às gotas decadentes da chuva.
Por não saber amar, por não saber cuidar, teve a vista da felicidade partir, assim como a chuva que lhe tocava e  escorria, esvaindo de sua essência e caindo em novas terras, seu paraíso escapou. Não mais existiria algo além daquele horizonte.

O Tempo Não Pára

Disparo contra o sol
Sou forte, sou por acaso
Minha metralhadora cheia de mágoas
Eu sou um cara
Cansado de correr
Na direção contrária
Sem pódio de chegada ou beijo de namorada
Eu sou mais um cara
Mas se você achar
Que eu tô derrotado
Saiba que ainda estão rolando os dados
Porque o tempo, o tempo não pára
Dias sim, dias não
Eu vou sobrevivendo sem um arranhão
Da caridade de quem me detesta
A tua piscina tá cheia de ratos
Tuas idéias não correspondem aos fatos
O tempo não pára
Eu vejo o futuro repetir o passado
Eu vejo um museu de grandes novidades
O tempo não pára
Não pára, não, não pára
Eu não tenho data pra comemorar
Às vezes os meus dias são de par em par
Procurando uma agulha num palheiro
Nas noites de frio é melhor nem nascer
Nas de calor, se escolhe: é matar ou morrer
E assim nos tornamos brasileiros
Te chamam de ladrão, de bicha, maconheiro
Transformam o país inteiro num puteiro
Pois assim se ganha mais dinheiro
A tua piscina tá cheia de ratos
Tuas idéias não correspondem aos fatos
O tempo não pára
Eu vejo o futuro repetir o passado
Eu vejo um museu de grandes novidades
O tempo não pára
Não pára, não, não pára
Dias sim, dias não
Eu vou sobrevivendo sem um arranhão
Da caridade de quem me detesta
A tua piscina tá cheia de ratos
Tuas idéias não correspondem aos fatos
O tempo não pára

Eu vejo o futuro repetir o passado
Eu vejo um museu de grandes novidades
O tempo não pára
Não pára, não, não pára

E as luzes se apagaram

...e a platéia toda foi embora, e as músicas silenciaram, e todo os atores estavam saindo com as atrizes para alguma boate qualquer. Já passou da hora.
Mas ele insistia no palco. Continuava a correr, em agonia, de um lado a outro, em busca de um algo ou alguém. Chorava, ria, gritava e xingava! Dramatizava a sua vida ao longo dos minutos. Não fazia aquilo para que os outros o vissem, não fazia aquilo para ganhar dinheiro. Fazia porque sentia-se como. Fazia pois assim podia ver os fantasmas do dia a dia. Os demônios com quem degladiava lutas terríveis em busca de um beijo e de toda a felicidade que poderia receber de sua bela musa. Oh! Se a vida tive lhe dado mais um par com quem pudesse atuar sobre a escuridão! Não sabia mais de nada. Escandalizava as banalidades e blasfemava  os nobres.
Nada mais lhe importava, enquanto de joelhos sobre o palco, sua alma retornava ao corpo.
O suor que pingava era absorvido pela madeira firme do chão, criando manchas que nunca mais sairiam, assim como as marcas que a loucura deixava gradativamente em sua cabeça.
-Nada mais importa![...]

As coisas serão diferentes?


Se eu olhar para o arco-íris agora eu vejo como um garoto,
Não há mais as sete cores,
Somente neblina e névoa...
Assim como o tempo passa, e o mundo ao meu redor muda,
Não importa onde eu procure, você não está em lugar nenhum.
Então eu fecho meus olhos, e abro meu coração...
Preciso saber, se eu erguer a cabeça de novo,
As coisas serão diferentes?
Talvez se eu fosse mais honesto, a névoa dissiparia
Então eu rezo, gritando que desejo no fundo da minha alma
Quando você perde uma coisa,
Você ganha outra, não é?
Mas ainda não importa o quanto os adultos nos confundem,
Continuaremos procurando pelo jeito certo de vivermos nossas vidas.


A vida sem você mantém-se - Uma carta à Laura

Bem, como de costume, eu venho aqui falar contigo.
Minha vida deu uma desestabilizada ridícula nos últimos meses, mas eu aguento. Afinal, é isso que nós , seres fortes, fazemos. Não saímos quebrando tudo, batendo em outrem ou coisas assim, simplesmente aguentamos firmemente essas coisas.
Já superei o fato de você ter sumido, embora seria algo incrivelmente bom poder conversar contigo de novo, eu diria até que seria um milagre :p
Mas eu vim aqui não para isso, queria te parabenizar por mais um aninho de vida completado! Como eu sempre disse, tu merece a felicidade, espero que tenha achado ela em algum baú perdido e secreto escrito ''para a laureenha'', já que eu continuo a procurar o meu. A vida sem você mantém-se. Fico a imaginar o que anda fazendo, como vai a faculdade, os amigos, os amores, as festas, a família... me questionando de quantas vezes será que você não chorou e não tinha ninguém por perto, muito menos eu, para te dar aquele abraço confortante. Mas não se preoculpe comigo, eu tenho amigos incríveis aqui e , como disse, sou forte. Alias, sou mais forte do que pareço -já que outros podem me achar frágil ou débil demais u.u. Estou firmemente tentando entrar na faculdade de medicina, mas é complicado nhé? Eu fiz vestibular a pouco tempo e estou esperando o resultado, os outros do ano passado, por pouco não passei, falta de sorte :p. Saiba que o espaço que você conquistou em meu coração não encontra-se vazio ou preenchido por outra pessoa. Ele continua sendo seu, nunca deixará de ser, sempre continuando a mandar-te bons pensamentos e boas energias para que você seja forte. Se um dia bater na lata de entrar na net, me manda um email. alelosso@gmail.com 
Amo você, sempre.
Feliz aniversário

Talvez.

Talvez o destino possa resgatar os sonhos perdidos nessa noite.
Talvez você possa realmente olhar para mim e satisfazer minha felicidade.
Talvez o vento leve meus horríveis sentimentos de desespero.
Talvez a dor suma com palavras expressadas num labirinto.
Talvez o canto de um pássaro resgate a morte.
Talvez o sorriso de uma criança salve a humanidade.
Talvez eu suma em meus pensamentos, libertando todos os obstáculos que me impeçam de viver a vida com intensidade.
Talvez um dia vocês sorriam e amem de verdade.
Talvez... eu encontre a solução.
Talvez você me conte todos os segredos.
Talvez eu morra sem presenciar o medo da morte.
Talvez você me de, a chave.
A chave que irá me libertar
De um mundo frio, calculista.
Talvez eu mude algo.
Talvez tudo isso acabe em frase.
Ou em um bate papo à beira mar.
"Todas as pessoas tem coisas bonitas dentro de si mas poucos conseguem mostrar isso com palavras." -Wyll

diria que não apenas palavras :x

Toda vez que o chão te abraça
eu caio em penas que nos unem frente as mesmas chagas.
Eu não carrego nenhum arrependimento em minha existência.

Parto a pedra para poder progredir

Posso até perder hoje, mas aprendi que ,em posteriores dias, colherei  os prêmios pelas promessas que cumpro com o compromisso de sempre dar meu melhor.

Cegos falando sobre o Sol

Para alguns, parece que quanta mais fé esse demontra possuir, menos ela acredita no poder intervencional do Criador na vida daqueles que a cercam.
Esquecem que o principal é confiar, é fazer o seu melhor e manter em mente que tudo tem uma razão, que a crianção divina é perfeita e que tudo, TUDO, acontecerá como deverá ser.
E eu ainda mantenho minha fé, que tudo ficará bem no futuro.
Não tem outro jeito de viver, não para mim, que não seja acreditando sempre que o próximo segundo um enorme baú se abrirá , mudando todo o meu mundo, carregando novos sons, novas pessoas, novas cores, novos amores.
Eu continuo acreditando, mesmo que me esse momento lute para sempre se tardar.

No futuro


Nossos lugares já estão reservados

Não quero ser um vencedor

Não quero ser um vencedor.
Não nasci para competir, não vim pisar em ninguém.
Estou apenas querendo fazer a minha diferença.



- Pensa Eduardo Marinho.
[ou quase assim]
Forte é a pessoa que mantem seus ideiais frente as adversões que a cercam.
Eu tive que parar em meu caminho, para saber quem eu era.
Acredito que finalmente estou pronto para continuar!

Hey, todo mundo!

Ouça ouça!
Eu não quero estar apaixonado , eu não quero!
mas eu continuo
Queria viajar o mundo contigo.
Só eu e você *-*

Já dizia um sábio alguém

"Odiar alguém é como atear fogo em uma casa para se livrar de um rato."

Além do que cremos ver.

Trinta raios convergem para o meio de uma roda
Mas é o buraco em que vai entrar o eixo que a torna útil.
Molda-se o barro para fazer um vaso
É o espaço dentro dele que o torna útil.
Fazem-se portas e janelas para um quarto
São os buracos que o tornam útil.
Por isso, a vantagem do que está lá
Assenta exclusivamentena utilidade do que lá não está.

Tao Te Ching 道德經 (Cap.11)

Eu vou superar

Essa dualidade infernal, essa busca eterna e impiedosa que atormenta-me em fundo abismo de meu ser.
Vontade louca de correr, perder tudo para recomeçar, voltar a ser criança.
Desejo de deixar o tempo passar rapidinho, crescer devolta, saber onde pisar e com quem caminhar. Saber o que fazer.
Distinguir certo do errado, deixar escapar as palavras que eu, tantas e tantas vezes, reservei apenas em momentos impecáveis vividos apenas por eu e eu mesmo.
Saber então o como agir frente ao medo, como ser mais seguro, saber o como fazer valer.
Dividir com toda a gente o que eu já aprendi.
Se despedir corretamente de tantos que eu perdi, e se perdi por engano meu, poderia remediar.
Dualidade inferna está, que eu busco no que já vivi as incertezas que nunca poderão acontecer naquilo que eu viverei.
E o que falar dos infinitos momentos que só eu vivi? Só passaram aqui, comigo, em meu peito sobrecarregado. E aqueles segredos que moreriam comigo?
Dúvida gera dúvida, resposta não leva a muitos lugares.
Ah...essa dualidade infernal e confusa!
Ela sim, me tira do nada e leva a lugar algum!
Bah!
Perdido em palavras que só tem sentido em minha mente.

Descontruindo todo mundo.

Se no princípio havia Nada, este entristeceu-se e criou Ninguém, com quem compartilhariam uma existência quase infinita de palavras nunca ditas e pensamentos nunca pensados. Se no princípio não havia Passado, o Presente não envelhecia, não sonhava com o Futuro, não acontecia absoluta mudança alguma. Se então tivesse surgido Alguém? Nada se assustou, Ninguém mudou sua forma e o acompanharia sempre, e o Presente começou a correr. Criaram-se as leis de vida e morte. E junto, tudo aquilo que não entenderiamos dessa vez.
Se para haver morte, precisa de vida o contrário também seria verídico. Como queriamos um mundo onde vida e morte não fossem coexistentes? Para existir, precisa do equilíbrio. Foi assim que Alguém disse, e foi assim que Ninguém aceitou. Contaram-me assim, e pouco diferente acabo de repassar.
Se para viver precisamos da morte, achamos uma certeza em uma vida jamais precisa.
Precisamos entender nessa hora, as condições que a morte acontece. Se por toda nossa vida geramos morte, qual seria mais justo destino? Se nas condições das mortes, vidas se mascaram, e de mais mortes nascem frutos de ganância, Alguém está vendo.Não é culpa de Ninguém, portanto Ninguém será poupado. Mas carregando a semente de morte injusta, desequilibrada, apenas mais vida a concertará. Se para Ninguém isso é verdade, Alguém saberá. Alguém sabe de tudo que Ninguém sabe. Mais uma vez.
Se Alguém faz diferença para Ninguém, Ninguém fará a coisa certa. Entender que Nada existiu antes deles, e que ao Nada retornaram caso o equilíbrio fino de vida e morte seja quebrado. Mais de uma vez.
Se repensassemos nossas ações agora? Será que vemos a morte de nossas vidas? Se lembrassemos de todas as vidas que morreram pela nossa, e de todas as mortes que essa vida-morta já não causou, será que agiriamos como agimos? Alguém sabe Nada é eterno. Então se ora somos vida geradora de morte, ora seremos morte geradora de vida. Culpem o corredor Presente. Já que Ninguém sabe disso, Alguém não tem medo algum. Mais de duas vezes.
Se as leis foram firmadas no princípio, não mudemos elas agora. Nunca haverá vida sem morte porque nunca haverá morte sem vida. Alguém percebeu a tendência ao desequilíbrio. Nada vai voltar. Ninguém vai tentar mudar a situação.O Presente já passou. Não percamos justo agora.

Desculpem-me

Mas sou do jeito que nasci,e não como eu fui sonhado.

Feito um verdadeiro Fantasma

como se em algum momento de minha vida eu tivesse perdido a chave que abre todas as minhas portas.

Vai a merda, Rhonda Byrne!

Vivo uma vida inteira de fantasias. Quantas vezes já não achei perfeitas opurtunidades de tudo, TUDO, ser diferente, ser real, como eu pensei. Por quantas vezes não fui eu o último a desacreditar , quantas não foram as coisas que eu acreditei, que eu me enganei.
Pensei em toda uma vida que não aconteceu.
[....] -acalmando

Adeus

"Mesmo que possamos não nos encontrar novamente
nós ainda teremos o futuro.
Pelo mundo sem você, eu corro
superando a dor."

Vou

Eu vou criar um mundo
onde poderemos, então, ficar juntos.

Aprender a dar valor?

Apenas depois que perdeu.
Tem gente por aí, que acha tudo ruim. Por que criar tanto problema?
Você sabe como é, só falta é um pouco de humildade, disciplina e uns bons tapas.
Um homem tem que fazer o que um homem tem que fazer.

Procurando sem Olhar.

Você procura, procura, procura. Instiste que está! Sempre teimando contra os outros, teatrinho para você. No fundo sabe que vendada está, e nada poderá ver, se não teu próprio egoismo...

....Triste.....
Vivo uma eterna busca de onde segurar, para resistir a toda essa correnteza em a qual insisto em nadar contra.

Fernando Pessoa






Se eu te olho e tu me olhas,



Quem primeiro é que sorri?

Pulsante

Esperando um novo coração bater...
                                           pode demorar.

Dueto

Eu continuo do outro lado do vidro
da parede que ergueram entre nós.
Distorcidas imagens passam pelos meus olhos
dançando sorridentes frente a outros
vivendo uma vida que eu não posso escolher.
Por que só chove aqui?
E toda a luz desse seu mundo
será real para você?
Continuo a me imaginar
do seu lado.

Do seu lado...
As falsidades nunca foram tão grandes.
Mascarados dirigem todo um teatro
com movimentos de um maestro
a perfeita imitação da vida.
Que me faz pensar
Por que só gritam aqui?
Continuo presa às sombras
que só você pode aliviar.

Só você....

Amando

Longa busca ,longa procura
para achar quem amar
todo uma vida em
alguém pode viver.
Alma amada minha
já achei eu a tempo!
Agora vivo em escrevê-la
palavras de pouco sentido.
Figuras do meu amor:


Os dias todos ,o passar do sol
penso eu nela, e ela em mim
Como suave sinfonia
ouvida por todas as árvores
falei a ela do meu amar
em densa mata verde-limão.
Pois tudo fica claro
aos olhos de quem pouco vê,
Ora! -diriam eles:
as árvores do bosque eu vejo
mas com olhos de uma alma amante
vejo são as tintas de que Deus lhas fez!
Assim como vejo o som, o calor
e sinto o sorriso teu
Pois tudo fica claro
aos olhos de quem amando está!

Agarre-o


Pois ele pode se tornar um único momento....

A salvação está em um sorriso







Toda a felicidade que houver nessa vida se econtra guardada em você
.



-deixe-a sair

Mais uma vez.



Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo.




Reine sobre mim.


Apenas o amor
Pode trazer a chuva
Que cai como lágrimas lá do alto

Apenas o amor pode destruir com sua vida.
Apenas o amor pode o fazer superar barreiras.
Apenas o amor pode o transformar em um monstro.
Apenas o amor pode fazer você salvar vidas.
Apenas o amor traz o frio.
Apenas o amor traz o calor.
Apenas o amor, pode acabar com sonhos.
Desistir de tudo, deixar você down,
E sorrir, dizendo ei boboca isso faz parte da vida.
Apenas o amor, pode deixar lágrimas,
apenas o meu amor pode salvar você.

Não me venha

falar que não houve chance.



Só faltou é o bom senso!

Já se perdeu

Olhando muito mais além
   os pés se atrapalham tudo
     e teu caminho te distancia
        longe demais do antigo rumo....

Estou contigo

Mesmo que sonhos se estilhacem enfrente a nossos olhos
                                           lembre-se de que estamos juntos nessa.

Pode ser melhor....

Exceção

Eu sei que precisamos um aos outros. Eu sei que nossa força é muito maior com nossos amigos ao nosso lado. Mas há coisas que preciso fazer sózinho, há caminhos que só eu sei onde pisar. E por amar tanto, não posso arriscar demais.
Preciso me conhecer melhor.

À Ventania


Não conheces tua graça, vento suave
de poder dia-a-dia acariciar o rosto dela
feito tão almeijado por mãos minhas.

Eu vou alcançar

Aqui dentro de mim.....

Não há mais pedras que possam me separar.
Os piores medos eu já venci,
e de todas as derrotas até agora
aprendi a ser forte!
Não olhe para baixo, pois não estarei lá
Enquanto outros encheram-se de joias,
eu enchi meu coração
com a força que presenciei.
Não vá esperando o fim,
eu posso ir muito mais longe!
Sei dos erros, sei dos riscos,
mas não há limitação sem superação
e não há desastre maior que se perder.
Não vá achando que viu tudo,
pois a maior chama do mundo ainda brilha
fortemente aqui, dentro de mim!

Gospel

Toca Raul!

Por que que o sol nasceu de novo e não amanheceu?
Por que que tanta honestidade no espaço se perdeu?
Por que que Cristo não desceu lá do céu e o veneno só tem gosto de mel?
Por que que a água não matou a sede de quem bebeu?

Por que que eu passo a vida inteira com medo de morrer?
Por que que os sonhos foram feitos pra gente não viver?
Por que que a sala fica sempre arrumada se ela passa o dia inteiro fechada?
Por que que eu tenho caneta e não consigo escrever?

Por que que existem as canções e ninguém quer cantar?
Por que que sempre a solidão vem junto com o luar?
Por que que aquele que você quer tão bem já tem sempre ao seu lado outro alguém?
Por que que eu gasto tempo sempre, sempre a perguntar?